prática da conspiração

a única guerra que vale a pena
é aquela devidamente anunciada
daquela do tipo que o lutador é convidado, honradamente, a lutar
seja do jeito que for
pelos olhos
pelas palavras
ou simplesmente sabe luta
por saber…
uma guerra, embora guerra, de respeito
se não for assim não vale
não vale pq não serve pra nada

mas o diabo sempre vestiu Prada
e o que eu faço com a corda em meu pescoço ?

Anúncios

24 pensamentos sobre “prática da conspiração

  1. o que eu faço com a corda em meu pescoço?

    Me desfaço dela!!
    Como?
    Com as mãos.
    Com os pés.
    Esfregando a nuca contra cacos de vidro!

    ou de outro modo como diria meu velho e sempre amigo hammadi:

    a resposta para esta pergunta está lá em Ésopo na fábula: “o leaõ e a raposa”

    mas desta eu só quero registrar o final:

    “…- Mas quero fazer algo pelo senhor – disse a humilde raposa – vou guardar este segredo comigo.”
    A raposa despediu-se e deixou o leão sozinho.

  2. “— Não é possível viver estrategicamente o tempo todo — respondi. Imagine que alguém o esteja esperando com uma carabina possante, de mira telescópica. Ele poderia avistá-lo com precisão a cem metros de distância. O que você faria?

    Dom Juan olhou para mim com um ar de descrença e depois deu uma gargalhada.

    — O que você faria? — insisti.

    — Se alguém me estiver esperando com uma carabina de mira telescópica? — disse ele, evidentemente zombando de mim.

    — Se alguém estiver escondido, à sua espreita. Você não terá uma chance. Não pode deter uma bala.

    — Não, não posso. Mas ainda não entendi o que você quer provar.

    — Quero provar que toda a sua estratégia não o pode ajudar, numa situação dessas.

    — Mas pode, sim. Se alguém estiver à minha espreita com uma carabina possante de mira telescópica, eu simplesmente não vou aparecer.”

    (in danceando)

  3. Kali, vc pode até aparecer pra levar um tiro, mas saiba que o Jaiminho iria junto com você e não duvido que, na hora H, ele saltaria na sua frente e levaria o tiro por vc… é Jaime, o alvo não era a Kali, o alvo é você!

  4. a melhor parte ninguem comentou…
    não a da corda (com minha sorte provavelmente a corda não guentaria meu peso)…

    “Forças da vida que me dominam livremente…
    Pro inferno com os meu caprichos!
    Quem sou eu para resolver o que é importante?
    O que eu sei a respeito das forças que experimento?”

    mas a impotência é minha cara! (não….não to falando do viagra! =o) )

  5. Acontece, Jaiminho, que ninguém aqui ta falando do seu pescoço! Ficar dizendo que é impotente não muda nada. Sim, também acho que errar é humano, mas não dá pra ficar usando isso como desculpa…

    A vida é feita de forças e só reage à força! (como diria D.Juan à Castaneda)

  6. Renato.
    talvez eu tenha focado demais na impotência…
    mas não como desculpa, nem como “fate”.(e muito meno no pessoalissimo “meu pescoço”)
    apenas como observador de forças que eu tbm não entendo…
    eu copiei seu texto, então talvez saiba melhor que eu.
    infelizmente, não sei até que ponto a nossa vontade é valida….
    e muito menos ser uma folha ao sabor do vento.
    mas, parafraseando a kali “o quanto eu vim até aqui, e o quanto me trouxeram até aqui?”.
    nesse sentindo, pouca diferença…a constatção disso é que é esmagadora.
    errar é humano, e acho bem desejavel…a impecabilidade é apenas uma referência, mas a integralização do ser é uma necessidade e as forças inerentes da vida são contraria a este movimento.

    acho muito interessante o sistema de curral australiano, ele utiliza corredores rotatorios, que devido ao parco senso de direção do gado, não se stressam no manejo, pois acreditam estar sempre indo pra frente…

    cordiais sds,

    ps:eu precisava ter um blog, um post a respeito de altura, queda, chão e ceu….ia bem, a força inerente da gravidade,sentido e direção….pura fisica! ;o)

  7. Do que que eles tão falando?
    Mudaram toda a história kalizinha…

    acho que é a vontade de juntar as duas, não?
    Kali-andra…
    Errada e não menos bonita kali amigazinha grande !!!

  8. Bom,
    o problema é que leio os 3 blogs….
    e havia comentado com a kali (ou dea) sobre o assunto, que a lulu repostou do seu blog, e acredite, seu post ja tinha chamado a minha atenção. não a parte transcrita, mas a escrita.
    “que me sinto marionete de forças gregarias…”
    e não como um choro a evitar a dança, mas apenas “forças” que nos colocam em situações “estranhas”.
    e não é novidade, no livro ilusões, bach comenta no prefacio a respeito disso, hess em sidarta, e por ai vai…
    a impotencia é um fato, seja qual for o caminho…
    (dizem alguns, que so nós agigantamos quando nos realizamos infimos).
    e por ai vai…
    …é dificl dançar…”sem saber quem é a parceira, nem o ritmo da dança…”

    mas vamos indo…(a proposito, acho que o D. Juan não aparecer é apenas consequencia de um intento de um “impecavel”…
    e ae vamos entrar em planos mentais, que vai na contramão disso , que seriamos 100% responsaveis pelas consequencias)…)

  9. O que eu faco com a corda em meu pescoco? Eu jah me perguntei isso antes. A unica resposta que eu obtive foi:”Se enforca, fofa.” Mas eu ainda nao tive coragem.
    Tlavez em breve, talvez nunca.
    Ai, Lulu, eu queria tanto falar com voce.
    Engracado isso, tem momentos em que eu sei que voce eh a pessoa com quem eu preciso conversar.

  10. Lulu, nao consegui mais te ligar. O celular dava desligado ou fora de area, e o telefone dizia que o codigo tinha mudado (mas eu conferi e tava tudo ok). Eu ein.

  11. que estranho…
    vc ligou no fixo novo?
    de final 2881?
    estranho pq não deliguei meu celular e fiquei atenta se vc ia me ligar ou não…

    de qq maneira…quando rolar e vc quiser, liga de novo tá?

    bjos
    e tenho certeza que vc escolheu o que for melhor…pra vc, é claro !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s