caricatura

* estamos em um dos universos possíveis, ele é finito e tem provavelmente o formato cilíndrico (em função da curvatura do espaço sobre si mesmo);

* esse universo surgiu a aproximadamente 15 bilhões de anos, a partir de uma grande explosão inicial apelidada de “Big Bang” e se extinguirá daqui a outros tantos bilhões de anos, em função do esvaimento da matéria e energia nele existente;

* dessa explosão original resultou uma expansão (que ainda continua), em escala inimaginável, e que se concentrou, basicamente, em grandes massas estelares que, por sua vez, se agruparam em 100 bilhões de galáxias;

* uma dessas galáxias é a nossa Via Láctea, que contém 100 bilhões de estrelas;

* nessa galáxia, há 4,6 bilhões de anos, originou-se o nosso sistema solar;

* o sol, uma das 100 bilhões de estrelas da galáxia, é relativamente pequeno (de 5° grandeza como antes foi chamada e, agora, estrela anã), e tem, girando a sua volta, 9 já conhecidos planetas (do grego planetès, vagabundo, errante);

* um desses palnetas é a Terra, o qinto em tamano e distante 150 milhões de quilômetros do Sol;

* na Terra há vida e, até há pouco, supunha-se que só nela;

* estima-se que nosso planeta tenha entre 3 e 30 milhões de espécie de vida diferentes, embora perto de 3 milhões tenham sido classificadas;

* uma dessas espécies é a nossa, em sua forma mais recente (35.ooo anos pra cá) chamada de Homo Sapiens Sapiens;

* a espécie humana tem, no momento, quase 7 bilhões de indivíduos;

* um deles sou eu.

Trecho retirado do livro: “A Escola e o Conhecimento”
(Mário Sérgio Cortella)

prática da conspiração

a única guerra que vale a pena
é aquela devidamente anunciada
daquela do tipo que o lutador é convidado, honradamente, a lutar
seja do jeito que for
pelos olhos
pelas palavras
ou simplesmente sabe luta
por saber…
uma guerra, embora guerra, de respeito
se não for assim não vale
não vale pq não serve pra nada

mas o diabo sempre vestiu Prada
e o que eu faço com a corda em meu pescoço ?